Mostrar mensagens com a etiqueta Anedotas. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Anedotas. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 28 de maio de 2014

0 Sócrates entrou numa igreja e ajoelhou-se frente a Jesus crucificado ( Anedota)

Sócrates entrou numa igreja e ajoelhou-se frente a Jesus crucificado.

Permaneceu em silêncio durante alguns minutos e depois, 
baixinho, começou a falar com Jesus:

Sócrates: Jesus, estou totalmente arrependido e gostaria de redimir os meus pecados.

Jesus: Está bem. Que tens feito?

Sócrates: Depois destes meus anos de governo deixei o povo arruinado e na miséria...

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Traí o povo que me deu os seus votos!

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Economizei verbas da Saúde, da Educação, da Segurança, etc. etc., as quais foram encher os bolsos de alguns.

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Comprei carros topo de gama para a Assembleia, para o governo e para tantos outros.

Jesus: Dá graças ao Pai!
Sócrates: Protegi as roubalheiras do Vara, do Godinho, do Rendeiro, do Jardim, do Oliveira Costa e de tantos outros e pus o João Soares à frente, na lista de Faro, para ver se recuperava o apoio do velho… !.

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Permiti que alarves como o Mexia, Pedro Soares, Zeinal, Coelho, e mais uma mão cheia deles fossem agraciados com chorudos prémios e com verbas tiradas do bolso do contribuinte.

Jesus: Dá graças ao Pai!
Sócrates: Pus à cabeça dos Ministérios autênticos alarves que só fizeram burrices na Educação, na Economia, no Emprego, no Trabalho, na Saúde, na Segurança Social, etc..

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Envolvi-me com o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, com o Procurador Geral da República e outros tantos biltres da sua igualha, para que dessem cobertura às minhas manigâncias.

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Meti-me naquela alhada dos exames feitos ao Domingo, nas casas lá na Covilhã, no Freeport, na Maddie, nas sucatas, no TGV, na Nova Ponte, no novo Aeroporto e em outras tantas que nem vale a pena enumerar...

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Fui pedir apoio ao Hugo Chavez, o maior bandido da América Latina e a Kaddafi, outro bandido e criminoso árabe.

Jesus: Dá graças ao Pai!

Sócrates: Mas, Jesus, estou realmente arrependido e a única coisa que Vós tendes para me dizer é: "Dá graças ao Pai”!

Jesus: Sim, agradece ao Pai por eu estar aqui pregado na cruz, porque senão desceria dela para te encher de porrada, seu parolo ignorante, analfabeto, deslumbrado, traidor, ladrão sem vergonha, mentiroso, golpista, corrupto, aproveitador.... Vai trabalhar, vagabundo!!!!!

domingo, 6 de janeiro de 2013

0 Porque não há emprego em Portugal? (Anedota)

O ZÉ, depois de dormir numa almofada de algodão (Made in Egipt), começou o dia bem cedo, acordado pelo despertador (Made in Japan) às 7 da manhã.
Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o café (importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in Chech Republic), barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China).
Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca (Made in Singapure) e um relógio de bolso (Made in Swiss).
Depois de preparar as torradas de trigo (produced in USA) na sua torradeira (Made in Germany) e enquanto tomava o café numa chávena (Made in Spain), pegou na máquina de calcular (Made in Korea) para ver quanto é que poderia gastar nesse dia e consultou a Internet no seu computador (Made in Thailand) para ver as previsões meteorológicas.
Depois de ouvir as notícias pela rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo de laranja (produced in Israel), entrou no carro Saab (Made in Sweden) e continuou à procura de emprego.
Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do seu telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in Italy), o ZÉ decidiu relaxar por uns instantes.
Calçou as suas sandálias (Made in Brazil), sentou-se num sofá (Made in Denmark), serviu-se de um copo de vinho (produced in Chile), ligou a TV (Made in Indonésia) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar um emprego em PORTUGAL…

O Ministério da Economia estima que se cada um consumir 150€ de produtos nacionais, por ano, a economia cresce acima de todas as estimativas e, ainda por cima, cria postos de trabalho.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

0 JÁ TENHO LICENCIATURA. Relvas em poema.


Já tenho licenciatura
Agora sou um doutor,
Tenho montes de cultura
Vou ser Ministro? E se fôr?...

miguel relvas Sócrates licenciatura roubarInscrevi-me ao fim do dia
Naquela Universidade
Dos diplomas de inverdade
P'ra testar o que sabia.
Já de manhã, mal se via,
De maneira prematura
Eu fiz muito má figura.
Mas mesmo sem saber nada
Formei-me na Tabuada,
Já tenho licenciatura!

Dei cem erros no ditado.
E agora o mais curioso :
Por estar muito nervoso
Á recta chamei quadrado!
Quando me foi perguntado
Se conhecia o Reitor,
Respondi que não senhor
Embora fosse meu tio!
Disse mentiras a fio,
Agora sou um doutor!

Com mesquinhez e com tudo
Puxei das equivalências,
Juntei outras mil valências
Deram-me mais um canudo.
Com diplomas, contudo,
Era fácil a leitura,
Deixei de ser um pendura,
Sou político afamado.
Sou falado em todo o lado,
Tenho montes de cultura

Já sou Mestre em Corrupção,
A todos sei enganar.
Habituei-me a roubar
Tirei curso de ladrão.
E agora, queiram ou não,
Mesmo sem nenhum valor,
Eu falo que é um primor
Na Assembléia sentado.
Para já sou deputado.
Vou ser Ministro? E se fôr ?



sexta-feira, 9 de novembro de 2012

0 ANEDOTA ACTUAL


Pedro Passos Coelho, Paulo Portas e Vítor Gaspar iam num helicóptero
a sobrevoar Lisboa.
A dado momento Pedro Passos Coelho olha lá para baixo e diz:
- O povo português anda tão triste, não acham? Vejam só como é que
andam as pessoas lá em baixo.
É preciso fazer alguma coisa para satisfazer os portugueses!
De repente tira uma nota de 100€ da carteira e diz aos companheiros
de governo:
- Estão a ver esta nota de 100€? Vou atirá-la lá para baixo! Pelo menos
vou satisfazer um português!
- Espere aí, Senhor Primeiro Ministro! – Diz Paulo Portas. – Eu é que
percebo de negócios e é por isso é que sou o Ministro dos Negócios
Estrangeiros! Eu troco-lhe essa nota de 100€ por duas de 50€, manda-se
lá para baixo e assim satisfaz-se, não um, mas dois portugueses!
- Nada disso! – Disse Vítor Gaspar – Aqui o Ministro das Finanças sou
eu! Eu troco essas duas notas de 50€ por cinco de 20€  e consegue-se
satisfazer, não um, nem dois, mas cinco portugueses!
Um dos pilotos do helicóptero, que iam a ouvir aquela conversa, diz
para o outro:
- Ouve lá! E se atirássemos estes três lá para baixo? Satisfazíamos
dez milhões de portugueses!
 

NOTÍCIA TUGA Copyright © 2011 - |- Template created by Notícia Tuga - |- Powered by Notícia Tuga