Mostrar mensagens com a etiqueta Crianças. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Crianças. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

0 HÁ FOTOGRAFIAS DOS NOSSOS FILHOS QUE NÃO PODEM ESTAR NA INTERNET

«Há fotografias dos nossos filhos que não podem estar na internet. Não podem ou não devem, dependendo da vossa opinião sobre o nível de segurança, a que devem sujeitar a exposição das fotografias dos vossos rebentos.

Hoje li este post, e tratando-se da segurança dos nossos filhos em temas que tão sensíveis como pedofilia e/ou rapto, achei obrigatório trazê-lo para a Up To Lisbon Kids, para chegar ao maior numero  de leitores possível.
Não é nada que não saibamos e que não estejamos alerta, mas por vezes tornamo-nos descuidados mesmo com o que nos é mais importante na vida. Será que está a seguir à linha as instruções de segurança, quando se trata de colocar fotografias dos seu filhos na internet?
«Há fotografias dos nossos filhos que não podem estar na internet. Não podem ou não devem, dependendo da vossa opinião sobre o nível de segurança, a que devem sujeitar a exposição das fotografias dos vossos rebentos.
Estive a pesquisar um pouco depois de falar com uma entendida nesta matéria, muito minha amiga mas que não se quis deixar identificar, e os conselhos que encontrei foram comuns. Resolvi então partilhar alguns destes alertas convosco.
Julgo que já devem saber sobre os perigos de fotografar as vossas crianças com dispositivos móveis mas ainda não vos tinha escrito sobre as precauções que devemos ter ao partilhar fotos na net.
Apresento-vos hoje meia dúzia de cuidados a ter, ao partilhar fotografias de crianças:
1 – Fotografias de bebés só de fralda, nus ou a tomar banho.Muitas vezes estes retratos são raptados por verdadeiros pedófilos e colocados a circular em várias redes criminosas. Lembre-se que pode acontecer com qualquer uma de nós e já se descobriram inúmeros episódios destes em Portugal.
2 – Fotografias de crianças com a farda do colégio.Já cometi esse erro, aqui me confesso. Neste caso foi no Facebook e já lá fui apagar. Através da farda facilmente se identifica a escola e por vezes até o ano que frequentam. Se um criminoso tiver acesso ao nome dos pais, da criança e da escola… o resultado pode não ser positivo. É só uma questão de não nos “pormos a jeito”.
3 – Fotografias com pistas sobre a morada da criançaSempre que fotografem os vossos filhotes perto de casa, tenham o cuidado de não captar prédios, nomes de lojas ou montras que possam denunciar o sitio onde mora. Pelo menos nas fotografias que tenciona partilhar na web.
4 – As fotografias que os seus filhos não quererão ver divulgadas quando forem mais crescidos.Todas sabemos que o bulling está na ordem do dia e sempre que partilharmos alguma gracinha dos nossos filhotes, devemos ter em conta que eles poderão não achar graça alguns anos mais tarde. Ou pior, poderão outros tentar aproveitar-se dessa exposição exagerada.
5 – Fotografias de crianças sem que os pais tenham autorizado.Imaginem que uma “amiga” de uma amiga resolve partilhar a fotografia do vosso filhote numa daquelas páginas com um número gigante de fãs. A proliferação da dessa foto pode vir a ser quase infinita. É impossível poder depois controlar ou contactar as pessoas que tiveram acesso a ela. É quase como publicar uma fotografia de uma criança num jornal de grande tiragem, sem pedir permissão aos encarregados de educação. Digo é quase pois é pior. Uma fotografia na internet pode chegar mais longe que qualquer capa de jornal em papel.
6 – Fotografias com identificações de GPS.Muitos dos telemóveis com GPS, se não desligarmos essa função, tornam publico, no vosso Facebook ou Instagram, o local de onde vocês estão a partilhar as fotografias. Já pensou que um ladrão ou um raptor poderá ter acesso aos seus passos ou antecipar o horário das suas deslocações?
Entretanto, nas minhas pesquisas descobri no Diário Digital, que a Polícia Judiciária recebeu em média, em 2012, seis participações por dia de crianças e jovens desaparecidos em Portugal. (não encontrei dados de 2013)
Para terminar, pergunto a todas as que se dizem mães responsáveis, se vão continuar a alimentar os vossos Facebooks, Blogues, Instagrams e afins, com fotografias em condições apetecíveis a qualquer pedófilo ou raptor mal intencionado?

Quem sou eu para criticar seja quem for, aliás fiz questão de admitir que algumas vezes, sem pensar, cometi várias destas imprudências. Mas, na minha opinião, depois de termos acesso a este “lembrete”, deveríamos minimizar todo e qualquer risco desagradável, principalmente quando se trata das  fotografias dos nossos filhos. Não acham?

domingo, 4 de janeiro de 2015

0 O que acontece se colocar um rapaz à frente de uma rapariga e lhe pedir para a agredir fisicamente?

Por incrível que pareça, foi exactamente isso que uma equipa do site italiano Fanpage fez.

Começaram por perguntar o nome a cinco rapazes, as suas idades e o que queriam ser quando fossem grandes.

Depois apresentaram-lhes uma rapariga. Pediram que dissessem o que gostavam no que dizia respeito ao seu aspecto físico, pediram que lhe dessem uma ‘festinha’ e depois deram uma simples ordem: Bate-lhe.

As reacções são surpreendentes. E as justificações ainda mais: Uns falam em Jesus Cristo, outros dizem que numa mulher não se bate “nem com uma flor”. Um deles diz simplesmente que não lhe vai bater porque é “um homem”.

O vídeo foi publicado na semana passada no YouTube e já tem mais de 121 mil visualizações.



quarta-feira, 27 de agosto de 2014

0 Procura-se criança de dois anos - Ajudem a divulgar por favor

Tomás Domingos desaparecido
Tomá Domingos ( na foto), tem cerca de dois anos e dois meses de idade e foi levado pela própria mãe. 


Tomás Domingos era uma criança que vivia com o pai e com os avós na zona de Massamá, Concelho de Sintra, e filho de pais separados.

Desde o dia 15 de Agosto que não se conhece o paradeiro certo desta criança. O Notícia Tuga sabe através de fontes próximas da família que o Tomás estará em França, ficando apenas por apurar se é em Biguglia ou em Borgo.

Tomás domingos com a sua mãe Cátia Valério
A mãe do Tomás chama-se Cátia Valerio veio buscar a criança para ir passar uma semana de férias em Tomar. Passado essa semana o Tomás foi entregue ao pai. Mais tarde a mãe voltou a a levar a criança tendo desaparecido com ela para França sem o consentimento do outro progenitor que até hoje não sabe do paradeiro do seu filho.

O caso  já está entregue ás autoridades mas toda a informação que nos possam dar será sempre pouca, por isso agradecemos que se por acaso alguém tenha contactos de pessoas que possam estar nestas áreas que referimos ou mesmo se souberem de alguma informação que possa ajudar pedimos o favor que entrem em contacto para o nosso email ( noticiatuga@gmail.com) ou entrem em contacto com as autoridades locais


Desde já agradecemos


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

0 Por Um Horário Escolar (no 1.º Ciclo) Que Não Roube A Infância PETIÇÂO

Ex.as:

Após a alteração legislativa, que incluiu explicitamente o Apoio ao Estudo na componente letiva, esperava-se que as crianças do 1.º Ciclo se libertassem das cinco horas e trinta minutos, que eram obrigadas a estar, duas vezes por semana, com o/a professor(a) titular de turma. São crianças dos cinco aos nove anos, e, manter a concentração por mais de três horas é quase impossível.

Aconteceu porém, em vários Agrupamentos, que as crianças nessa faixa etária, passaram a estar SEIS horas, TRÊS vezes por semana, com o/a titular de turma- O INTERVALO DEIXOU DE SER CONSIDERADO COMPONENTE LETIVA; AS ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR (AEC) são ministradas em apenas DOIS DIAS na semana. A MÚSICA, momento de descontração, divertimento e "trabalho em equipa", deixou de estar presente nas nossas escolas(no Agrupamento em causa).

Com duas horas consecutivas de Inglês e Atividade Física e Desportiva, em cada dia de AEC, há, já agora em janeiro, uma saturação, uma incapacidade de aprendizagem e de realização das atividades previstas, por cansaço físico e mental, quer nas AEC, quer na atividade curricular. Alunos que gostavam da escola, de momento, dela querem "fugir."

Acresce à situação, um horário de DUAS HORAS DE ALMOÇO, numa escola com refeitório- crianças enervadas, em conflitos constantes, que se aleijam sem querer, em espaços artificiais onde têm que ocupar tanto tempo livre. Aulas que não "rendem", porque a concentração escasseia.

Também no Estatuto do Aluno, É UM DIREITO DE TODOS E DE CADA UM, "Usufruir de um horário escolar adequado ao ano frequentado,bem como de uma planificação equilibrada das atividades curriculares e extracurriculares, nomeadamente as que contribuem para o desenvolvimento cultural da comunidade."

Assim, solicita-se a elaboração de um Horário Pedagógico, adequado aos alunos, que lhes permita ter atividade letiva até às 15 horas e 30 minutos, seguida de AEC diária, com a duração de uma hora e trinta minutos (QUE SÓ ASSIM PODERÁ SER DE FREQUÊNCIA FACULTATIVA), à semelhança do que acontece em Concelhos limítrofes.

Não é licito "roubar" o melhor tempo da vida de uma criança - A INFÂNCIA - impedindo-a de brincar e ter tempo de diversão. Afastando-a da Natureza, dos ambientes saudáveis e essenciais ao seu crescimento equilibrado.

Os Peticionários.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

1 Chip Obrigatório para os bébés nascidos a partir de maio 2014. Será verdade ?

A média italiana   (Roma atual) informa que a partir de maio de 2014, um chip é inserido em todas as crianças europeias nascidas em hospitais públicos na Europa.
Um chip é um circuito integrado utilizado no tecido subcutâneo. Microchips são aproximadamente do tamanho de um grão de arroz e são baseados em uma tecnologia passiva, "AGORA".
Microchips são particularmente úteis em caso de rapto ou crianças desaparecidas. Muitos países já utilizam e exigem o microchip com vacinação. A tecnologia em si é maravilhoso.
Desde maio de 2014, em toda a Europa, prevê a obrigação de apresentar o bebê para instalá-los um microchip sob a pele para ser aplicado em hospitais públicos no momento do nascimento.
O microchip em questão, bem como uma ficha técnica com informações sobre a pessoa (nome, tipo sanguíneo, data de nascimento, etc.) Também é um poderoso detector GPS operando com uma bateria substituível micro a cada 2 anos em hospitais Estado.
O chip do GPS é nova geração e, por conseguinte, permite uma margem de erro de detecção igual ou inferior a 5 metros.
Ele pode ser conectado diretamente a um satélite, que irá gerenciar as conexões. Quem quer, pode ser implementado de graça (ou introduzir seus filhos) um microchip, se você nasceu antes de primeiro de maio de 2014, preenchendo um formulário de pedido de adesão da ASL.
O CCCP (Comitê Consultivo de Controle de População) levou em conta a instalação obrigatória de cidadãos nascidos antes dessa data, mas que não se materializa antes de 2017. A instalação será obrigado totalmente indolor para o facto de que o chip é implantado sob a pele no cotovelo esquerdo, sem danos nos nervos.
Com este chip, eles vão evitar todos os casos desaparecimento ou rapto ter perturbado o mundo ao longo dos anos. Também será possível, usando esta tecnologia, no futuro, controlar facilmente todos os criminosos em geral.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

0 Há pessoas que deviam ser proibidas de ter filhos

Este vídeos chega-nos do Brasil.
Uma "Mãe", discute com o seu filho no meio da rua, batendo-lhe varias vezes com um chinelo. A criança sempre a chorar e a soluçar chega a ficar com a perna vermelha de tanta chinelada levar, ao ponto da pessoa que grava intervir e chamar a mulher á razão. Vergonhoso.
















sábado, 16 de novembro de 2013

0 Denúncia : Refeitório Escola Secundária Gabriel Pereira

Enviado pela leitora Carlota Ribeiro

Apesar do vídeo (gravado a 12-11-13) não estar na melhor qualidade consegue-se observar que a comida confeccionada neste ano no refeitório da Escola Gabriel Pereira em Évora não é servida com as qualidades básicas. Desde batatas cruas com sabor a podre , peixe (pescada) com aspecto de quem foi a um solário, enfim tudo acontece. Não esquecendo que a quantidade por vezes é insuficiente.
Muita comida é ESTRAGADA pois muitos dos alunos não conseguem comer a comida confeccionada.Esta terça-feira (12-11-13) foi o dia pior!
Esta escola não respeita as regras estabelecidas para abertura do refeitório (12:15 horas) chegado a abrir por volta das 13:00 horas (ás vezes) e por vezes este acontecimento tem consequencias graves como os alunos chegarem tarde ás aulas.
Corre um abaixo assinado para protestar este acontecimento e as assinaturas já são muitas...Normal!!!

Este tipo de acontecimento parece que já é comum nas escolas portuguesas como prova a notícia abaixo:
http://www.tugaleaks.com/escola-refei...



quarta-feira, 16 de outubro de 2013

0 Portugal viola Direitos da Criança, acusa a UNICEF

Relatório oficial do Fundo da ONU para a Infância fala em retrocesso nos Direitos da Criança e na violação de tratados internacionais assinados pelo Estado.

O relatório do comité português da UNICEF sobre os direitos das crianças portuguesas, a que o Expresso teve acesso, revela situações dramáticas e apela à vigilância sobre as consequências da política de austeridade impostas pelo Governo de Lisboa.
Dirigido à Organização das Nações Unidas (ONU), o documento, elaborado depois de alguns meses de inquéritos no terreno, de entrevistas e de análise às políticas públicas portuguesas, afirma que mais de 500 mil adolescentes e crianças portuguesas perderam o direito ao abono de família entre 2009 e 2012 e que muitas não têm acesso "aos mínimos" na alimentação, na saúde e na educação.
Segundo o relatório, que vai ser discutido brevemente na ONU, a atual política de austeridade do Governo português em relação às crianças pode violar a convenções internacionais assinadas pelo Estado, sobre o acesso dos mais jovens à saúde, à educação e à proteção social.
Devido à crise, a situação agravou-se - "28,6 por cento das crianças portuguesas estavam, em 2011, em risco de pobreza", diz a UNICEF. Hoje, depreende-se do relatório, a situação é bem pior.
Nas recomendações que faz, a UNICEF pede que as medidas de austeridade, em Portugal, sejam avaliadas por uma instituição independente para que os Direitos da Criança sejam, "hoje e no futuro", minimamente garantidos.
O relatório descreve situações de fome e de carências primárias dramáticas das crianças portuguesas e lembra ao Governo que, apesar da crise e da austeridade, tem o dever de assegurar os requisitos dos tratados internacionais que assinou sobre os Direitos das Criança.
"23 anos depois da ratificação por Portugal (da convenção sobre os direitos dos mais jovens), as crianças ainda não são vistas por todos os decisores políticos como titulares de direitos", escreve a UNICEF.
Este relatório foi elaborado pelo comité português para a UNICEF, com base na pesquisa do organismo e nas informações cedidas por ONG's nacionais.

domingo, 28 de julho de 2013

0 Bizarro: Chineses comem bebês para aumentar desempenho sexual

Um bebê humano está sendo transformado em sopa para  sexual na China.
Alguns chineses são conhecidos por estar comendo bebês, e as notícias que tem circulado através da e  e-mail, está chocando o mundo.
Um  de e-mail recebido pelo Seul Tempos confirmou  com várias imagens vívidas e terrível de embriões e fetos humanos que estão sendo feitas em uma sopa para o consumo humano.
O relatório prosseguiu. Uma  no sul da província de  (Guangdong) agora está em foco. Pessoas chinesas lá estão desfrutando de bebê como sopa de ervas para aumentar a saúde geral e resistência eo poder do desempenho sexual em particular.
 comer a sopa de bebê por Sexo
Um bebê humano é despejado na água para ferver na China.
Desta vez, um casal que já tem duas filhas decidiram abortar a criança depois de receber a confirmação de que era outra garota. O bebê já estava com cinco meses.
Esses bebês que estão perto de nascer e morrer naturalmente custa 2.000 em moeda China. Aqueles abortados custar algumas centenas em moeda China. Os casais que não querem vender bebês mortos, placentas podem ser aceitos também para algumas centenas de pessoas
.
Chinês comer a sopa de bebê por Sexo
Um repórter local foi citado como tendo dito que este é o  decorrente chinês tomando muita atenção na saúde ou é o efeito de um  pela culatra quando a China introduziu uma criança em uma política de família.
Isso crimes hediondos  a partir do fato de que a maioria do povo chinês prefere ter bebês do sexo masculino e as famílias pobres acabam vendendo seus bebês do sexo feminino.
Morto babied pode ser comprado em Taiwan para $ 70 para ser usado como iguarias grelhadas.
Deixando  que não sou a pessoa que traduziu essa materia, sendo a mesma encontrada na net..
Adrien.. Hong Kong Relatórios
Continente chinês Crianças Comer
Hong Kong Relatórios continente chinês Crianças Comer
Você tem que estar brincando né? Infelizmente, isso está realmente acontecendo!
Hong Kong Reports   Mainland Chinese Eating Infants
The  Magazine, uma publicação semanal de Hong Kong, informou que os cadáveres  e fetos tornaram-se os mais novos  para a saúde e beleza na China. Não é só a placenta considerado um remédio beleza, mas também fetos abortados são muito procuradas iguarias. Em Guangdong, partes do corpo gourmet estão em   e pode  mesmo ser comprado através de . As investigações da revista para essa  de canibalismo os levou para a província de Liaoning.
De acordo com o The Next Magazine, durante um banquete oferecido por um  de Taiwan, um servo Ms Liu da província de Liaoning, no continente, inadvertidamente, revelou o hábito de comer crianças / fetos na província de Liaoning e sua intenção de voltar para o  devido a problemas de saúde. As mulheres de Taiwan presentes ficaram horrorizados.
Ms Liu também revelou que, embora as pessoas podem pagar as partes humanas ainda existem listas de espera e com as conexões certas obter  ”maior qualidade” das partes do corpo humano, que se traduz para os fetos mais maduros. Um feto do sexo masculino é considerado o “prime” parte humana.
A pedido do próximo Magazine, Ms Liu pessoalmente escoltado o repórter para um local onde o feto estava sendo preparado. O repórter observou uma mulher cortando um feto do sexo masculino e fazendo sopa da placenta. Durante o processo, a mulher ainda tentou confortar a todos, dizendo: “Não tenha medo, esta é apenas a carne de um animal maior.”
Restos do menino foram cremados nas montanhas, de acordo com os costumes da região.
De fato, na China, relatórios sobre as refeições feitas de carne infantil vieram à tona de tempos em tempos. Um vídeo está na internet para que as pessoas vejam. Na introdução, a alegação chinesa de que comer um feto humano é uma forma de arte.
Hong Kong Reports   Mainland Chinese Eating Infants
Hong Kong Relatórios continente chinês Crianças Comer
Em 22 de março de 2003, a polícia de Bingyan, província de Guangxi apreendeu 28 bebês do sexo feminino contrabandeados em um  de Yulin, província de Guangxi vai Houzhou na província de Anhui. O bebê mais velho tinha apenas três meses de idade. Os bebês foram colocados três ou quatro para um  e muitos deles estavam perto deathnone foram reivindicados por seus pais.
Na manhã de 9 de outubro de 2004, uma pessoa vasculhando o lixo nos arredores da cidade de Jiuquan, na região de Suzhou, encontrou bebês desmembrados em uma lixeira. Havia duas cabeças, dois torsos, quatro braços e seis pernas. De acordo com a investigação, estes corpos não eram mais do que uma semana de idade e tinham sido desmembradas após o cozimento.
Embora a China tem leis que proíbem o consumo de feto humano, o  é forçado abortos para garantir a política do filho  é rigorosamente respeitados criando muitas oportunidades para esses tipos de atrocidades ocorram.
O que faria as pessoas fazem uma coisa dessas sem qualquer medo de condenação? Desde a Revolução Cultural de Mao, uma completa falta de moralidade e de respeito pela  humana tornou-se a norma na China. Com o tempo, a dominação pelo regime comunista chinês levou a um comportamento desumano e  dos direitos humanos, resultando em práticas anormais, tais como canibalismo.


sábado, 27 de julho de 2013

0 O vídeo que está a envergonhar o México

36 segundos é quanto dura o vídeo que está a provocar uma onda de indignação no México contra o abuso de poder das autoridades, neste caso contra uma criança.  Em dois dias, já foi visto mais de 2 milhões de vezes e comentado mais de 13 mil.

Com a descrição "Abuso de autoridade do pessoal de fiscalização da Câmara Municipal  na Zona Luz de Villahermosa Tabasco", o vídeo foi publicado no YouTube na passada quarta-feira. Desde então, este "vídeo da vergonha", como lhe chamam alguns, está a gerar um coro de indignação. Muitos dos 13 mil que comentaram as imagens no YouTube consideram que estas são um exemplo da "prepoptência de muitas autoridades públicas".
Em causa está a atitude de um funcionário municipal que obriga um menino que trabalha como vendedor ambulante a esvaziar o cesto onde transportava doces para venda e ainda lhe "confisca" tabaco. No vídeo vê-se a criança a chorar durante todo o processo, antes de, quando o funcionário vira costas, se pôr de cócoras a soluçar desesperadamente.
Segundo jornal espanhol El Mundo, o funcionário foi identificado como Juan Diego López Jiménez, um inspetor municipal, que, entretanto, já terá sido demitido pelo "feito lamentável que ofende e viola os direitos humanos ds crianças", nas palavras de um comunicado da Câmara.

domingo, 17 de março de 2013

0 Protecção de menores de Sintra alvo de denúncias

Teresa Villas, a presidente da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Sintra Ocidental, está há 15 anos em funções, apesar de a lei impor um limite máximo de seis anos para exercer o cargo.
A situação foi denunciada já à Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco, liderada pelo juiz-conselheiro Armando Leandro, à Provedoria de Justiça e ao Ministério Público.
Ao SOL, Armando Leandro lembra que Teresa Villas deixará em Abril o órgão que conduziu o processo de Liliana Melo. E explica que a «extensão do mandato por períodos curtos, para garantir o interesse eminentemente público da indispensável boa funcionalidade da CPCJ, assegurando a possibilidade de uma substituição segura, tem merecido, a título excepcional, parecer favorável da Comissão Nacional».
Também a Provedoria de Justiça assegura que a manutenção de Teresa Villas se trata de uma situação de «justificado interesse público», frisando que não é caso isolado. Aliás, numa inspecção feita por este órgão, o provedor detectou «diversas outras situações» de presidentes de CPCJ que excederam os limites legais em funções. Por isso, numa recomendação ao Ministério da Segurança Social, o provedor Alfredo José de Sousa propôs «a reformulação da norma», para permitir que os mandatos se prolonguem por mais de seis anos.
De resto, a recomendação foi acatada pelo Ministério, que em resposta ao Provedor anunciou que «se encontra para breve a apresentação de proposta de resolução do Conselho de Ministros».
Queixa ao DCIAP arquivada
Numa queixa anónima feita em Setembro ao DCIAP (Departamento Central de Investigação e Acção Penal), a que o SOL teve acesso, Teresa Villas era acusada de uma série de irregularidades na contabilidade do fundo de maneio da CPCJ que dirige. E de encaminhar os menores sinalizados para associações «que cobram dinheiro ao Estado por serviços que o sector público pode desempenhar com eficácia e menores custos».
A queixa foi arquivada. Contactada a Procuradoria-geral da República para perceber que diligências foram feitas, não foi possível, contudo, obter uma resposta em tempo útil.
Armando Leandro garante que Teresa Villas é «uma pessoa séria e uma profissional que exerce as suas funções de forma digna, competente e sempre empenhada na promoção e defesa dos direitos das crianças», não existindo «o mínimo indício ou sequer qualquer suspeita» de um comportamento ilícito.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

0 Crianças e jovens estão a passar fome em Portugal

Em cerca de duas semanas, o número de crianças com fome sinalizadas pelas escolas subiu de 10.385 para cerca de 13 mil. Na pediatria e obstetrícia do Hospital de Santa Maria existem casos de crianças doentes devido a passarem fome.


Esta quinta feira, o secretário de Estado da Educação, Casanova de Almeida, afirmou, em declarações à TSF, que, em pouco mais de duas semanas, o número de crianças com fome sinalizadas pelas escolas subiu de 10.385 para cerca de 13 mil. Destas, aproximadamente 2500 ainda não estão a receber reforço alimentar, avançou o responsável governamental.
No dia 13, Casanova de Almeida informou o Parlamento de que, à data, apenas estavam a receber o pequeno-almoço 51% dos 10.385 alunos com carências alimentares identificadas, estando o Ministério da Educação e Ciência (MEC) “a gerir um projeto que nasce da vontade da sociedade civil”.
Crianças doentes por passarem fome
Nos serviços de pediatria e obstetrícia do Hospital de Santa Maria estão a ser sinalizadas várias situações de crianças com fome, adianta a diretora do Serviço Social do Hospital de Santa Maria, Conceição Patrício. “São casos em que a alimentação era fundamental para eles não chegarem a este estabelecimento doentes”, avança Conceição Patrício em declarações à Antena 1.
O número de pedidos de ajuda cresceu, segundo esta responsável, 5,5 por cento num ano, tendo quase 11.723 pessoas pedido ajuda desde janeiro até outubro. Os pedidos de ajuda prendem-se nomeadamente, com a incapacidade das famílias custearem a medicação que lhes é prescrita ou por serem incapazes de satisfazer as suas necessidades mais básicas, como a alimentação.
Partidos da maioria chumbam proposta do Bloco sobre pequeno almoço escolar
A maioria parlamentar chumbou esta semana a proposta do Bloco no sentido de ser facultado às crianças do pré-escolar e aos alunos da escolaridade obrigatória um pequeno-almoço diário gratuito.
O governo negou-se a admitir que existem crianças e jovens a passar fome em Portugal, acusando o Bloco de demagogia: A proposta acabou por ser chumbada com os votos contra das bancadas parlamentares dos partidos que formam a coligação - PSD e CDS-PP – e a abstenção do Partido Socialista (PS).
A deputada Isabel Moreira, do PS, votou a favor, contra a orientação do seu partido.
 

NOTÍCIA TUGA Copyright © 2011 - |- Template created by Notícia Tuga - |- Powered by Notícia Tuga