Mostrar mensagens com a etiqueta Despesismo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Despesismo. Mostrar todas as mensagens

sábado, 21 de junho de 2014

0 Milhares de carros novos não vendidos estão a ser abandonados


Isto é o que os fabricantes de automóveis NÃO querem que você veja.
Desde superprodução atingiu o pico em 2009, milhares de carros foram deixados em lotes para desperdiçar.






Brilhantes, bonitos e novos ... e rapidamente ferrugentos e sem uso.

Esta fotografia é um monte de carros excedentes no Porto de Sheerness em Kent, Inglaterra. Há centenas de lugares exatamente como este no mundo cheio de carros que os fabricantes de automóveis não conseguiram vender.

Isso mesmo. Você está a olhar apenas  para  um dos muitos stocks 
de carros não vendidos no mundo.


As pessoas não estão a comprar carros novos . Quantas famílias você conhece que possuem um carro novo a cada ano? Assim, milhões de carros novos são deixados  para morrer em estacionamentos.

Baltimore, Maryland, U.S.A.



Apenas fora de Broening Estrada em Baltimore, mais de 57.000 carros encontam-se  num estacionamento enorme. No começo eu me perguntava por que eles não foram simplesmente colocados à venda, mas a indústria automóvel não vai reduzir seus preços drasticamente por uma razão simples: você não pode vender um carro por US $ 500 e esperar que alguém comprar um novo por US $ 15.000.


Os veículos devem ser removidos dos lotes de concessionária para dar lugar a nova produção de automóveis. O que resta é uma espécie de triste ... fileiras e mais fileiras de perfeitamente bons carros. 


A indústria automobilística não pode simplesmente parar de fazer carros novos. Isso significaria  o encerramento de fábricas  e demitir dezenas de milhares de funcionários, aumentando ainda mais a recessão. Além disso, o efeito dominó seria catastrófico para a indústria siderúrgica.

A praga não é específico apenas para a indústria automobilística dos Estados Unidos ... é um problema em todo o mundo.


Na foto acima, dezenas de milhares de carros de tomar banho de sol durante todo o dia, em Espanha.


St. Petersburg, Russia



Carros europeus importados não vendidos acabam a enferrujar  num aeroporto.


O ciclo de comprar, usar, comprar, usar foi quebrado. As pessoas estão propensas a usar por muito mais tempo, em vez de comprar.


Lotes abertos em todos os lugares foram convertidos em cemitérios improvisados ​​para carros que  não se vão vender.

Avonmouth, UK



Cada espaço cinza que você vê é cheio de carros não utilizados.


Corby, UK



Aqui está um outro monte de carros excedentes. Ele levanta a questão: por que não são estes a ser reciclados ou pelo menos dados a pessoas com necessidade?

Itália Porto de Civitavecchia

Seria acha fabricantes de automóveis seria capaz de utilizar ALGUMA FORMA pelo menos algumas das suas partes. Eles estão segurando a esperança de que os carros vão vender?

Port of Valencia, Spain



Estas imagens são particularmente frustrantes se você conduz  um calhambeque velho por aí!


quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

0 Governo e boys ignoram austeridade. Continua o despesismo.



Governo tem 164 “especialistas” a ganhar até 5775 euros por mês.
Auditoria do Tribunal de Contas revela dúvidas sobre a experiência profissional destes técnicos, até porque 15% têm entre 24 e 29 anos
“Figuras sem limite”: é desta forma que o Tribunal de Contas (TC) se refere aos técnicos especialistas e pessoal técnico-administrativo e auxiliar recrutados pelo governo. As diferentes regras para o recrutamento de especialistas e a ausência de limites impostos para as suas remunerações, aliadas às dúvidas sobre as suas habilitações literárias, representam “risco ao nível da despesa” dos gabinetes governamentais, revela a auditoria do TC.
são três os especialistas que auferem um vencimento-base mensal entre 4615 euros e 5775 euros, mais do que o chefe de gabinete do primeiro-ministro. No topo dos especialistas mais bem remunerados estão também 6% de técnicos que ganham um salário superior ao de chefe de gabinete de membros do governo (3892 euros mensais).
A maioria, 56,7% – ou 93 especialistas –, recebeu, nos últimos dois anos, um vencimento-base mensal igual ao auferido por adjuntos de gabinete de membros do governo (3069 euros por mês).
Para demonstrar a “flexibilidade remuneratória” dos especialistas, o TC constata que a maioria destes técnicos ganha significativamente mais que um técnico superior da função pública, cujo vencimento se situava, em 2011 e 2012, em 1625 euros e 1610 euros, respectivamente.
A auditoria alerta para o facto de, apesar de se tratar de “especialistas”, não ser feita referência às suas “habilitações literárias” nem à sua “origem”.
SUBSÍDIOS
Ainda em matéria de remuneração do pessoal dos gabinetes, o TC refere que o Ministério das Finanças não enviou prova documental de que o pagamento do 13.º e 14.º mês foi suspenso aos membros e trabalhadores dos gabinetes.
A auditoria acusa o governo de, em matéria de transparência e publicidade da informação de gabinetes ministeriais, não divulgar o montante da despesa afectada aos gabinetes. fonte


   clique na imagem para ampliar   
Tatiana Filipa Abreu Lopes Canas da Silva, faz parte da lista dos especialistas. 
Esta jovem começou no gabinete da Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Maria Teresa da Silva Morais. Passado pouco tempo, Tatiana Canas da Silva pediu para ser exonerada. Mas nestes meios, não se dá ponto sem nó,Tatiana saltou para a Presidência do Conselho de Ministros, como se pode ver na imagem. A este ritmo, qual será o seu próximo destino?
Na imagem fica ainda bem visível que em 2 dias contrataram mais 3 especialistas de som, imagem, video...  Será que todos os dias se fazem filmes na presidência do Conselho de Ministros?

Governo tem mais de quatro mil novos 'boys'
Em apenas 2 anos o actual Governo nomeou 4463 novos membros para ocuparem cargos nos 14 gabinetes ministeriais. Das quais, revela o DN, 1027 para os gabinetes dos ministérios, 1617 para cargos dirigentes na Administração Pública e 1819 para grupos de trabalho e outras nomeações. fonte

Despesa com governantes e gabinetes aumenta 10%
O Diário de Notícias faz, as contas ao que no próximo ano o Governo prevê gastar com o seu staff, entenda-se salários, aquisição de bens e serviços, deslocações, etc. No total, o Governo prevê uma despesa de 36,7 milhões de euros, ou seja, um aumento de 10% fase a este ano. À cabeça surge, desde logo, a Presidência do Conselho de Ministros, que inclui os gabinetes de Passos e Portas, que prevê gastar 9,4 milhões de euros.
Actualmente, não só é maior o número de ministérios e, consequentemente, de ministros e respectivas equipas e gabinetes, como a despesa prevista para 2014 é, segundo contas feitas pelo DN, 10% superior à deste ano.
Entre os 36,7 milhões de euros previstos (33,3 milhões de euros em 2013) não só para salários de ministros, secretários de Estado, chefes de gabinetes, adjuntos, assessores, técnicos secretários, motoristas e auxiliares, mas também para a aquisição de bens e serviços (12,9 milhões), deslocações e estadas (2,8 milhões), limpeza e higiene (266 mil euros) e comunicações (1,2 milhões).
A única despesa que desce em relação a 2013, salienta o DN, são os gastos com material de escritório, pagamentos de estudos, pareceres e consultoria (menos 6%). fonte

sábado, 2 de março de 2013

0 Gastar impostos desalmadamente, criminosamente e impunemente

A propósito da crise... aqui vai mais um exemplo:
Piscina Olímpica da Maia. Faleceu antes de nascer!!!!!!!
1) Quanto custou construir?
Muitos milhões do nosso bolso.
2) Quem ganhou com a obra incompleta?
Alguns empreiteiros "falidos" no Brasil e outros "pobres".
3) Para que serviu?
Patrocínio de campanhas eleitorais e outros "jeitos".
4) Quem usufruiu dela?
Ninguém, ou melhor, durante anos foi a "casa" dos sem abrigo e viveiro de animais vadios.
5) Quanto custa demolir?
Com a subida dos custos, deverá custar mais do que a "meia obra" feita.
6) Quem foi responsabilizado, espoliado ou preso pelo roubo?
Que se saiba, NINGUÉM.
Possivelmente alguns dos responsáveis continuam comodamente "instalados na Câmara.
7) Poderíamos não estar na taxa máxima de IMI, recolha de lixo, esgotos e outras taxas municipais?
Claro que sim, se não houvesse tanta roubalheira e corrupção.
8) Acertou em todas as respostas?
Claro que sim, era fácil e elementar, meu caro contribuinte.
Mas, nunca se esqueça,sorria, está na Maia, a capital do desporto !!! 


"A piscina olímpica da Maia, uma obra que começou a ser construída há cerca de 20 anos e considerada "um mono" na cidade, já está a ser demolida, pretendendo a autarquia criar ali uma área verde ainda no verão.
Em 2003, a Câmara da Maia desistiu de construir aquela piscina, tal como estava programado pela autarquia desde a década de 1990, pelas mãos do então presidente Vieira de Carvalho.(...)
Esta empreitada é acompanhada por um "supressor de poeiras", uma máquina que lança água para o local que está a ser demolido, evitando que haja poeira no ar.
Para Bragança Fernandes, tendo o Estado desistido do projeto há mais de uma década e não tendo a autarquia interesse em concluir uma obra daquelas, que já então estava orçada em 30 milhões de euros, a demolição é o mais adequado para "acabar com um espaço que era já um antro de droga".
"Se a câmara tivesse avançado com o projeto, Portugal teria ali mais um 'elefante branco'", concluiu."

 

NOTÍCIA TUGA Copyright © 2011 - |- Template created by Notícia Tuga - |- Powered by Notícia Tuga