Mostrar mensagens com a etiqueta Mcdonalds. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Mcdonalds. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

0 Reparem bem como somos enganados no Mc Donald's

Este brasileiro teve a coragem de fazer aquilo que muitos de nós já pensaram fazer um dia, mas que não chegámos a fazer pelos mais variados motivos(o deixa-andar, falta de tempo, etc

Este cliente resolveu pesar as batatas para ver qual seria a diferença entre um pacote normal e e o pacote grande, que custa mais 0.50€ em Portugal e um Real no Brasil

Uma coisa é certa, a enganar os clientes assim, 50 cêntimos de cada vez milhões de vezes por dia no mundo inteiro, não admira como é que eles cresceram da forma que cresceram. Assim também eu.




sexta-feira, 4 de julho de 2014

0 Bolacha no gelado vale despedimento no McDonald's

Há regras que devem ser respeitadas à hora das refeições no McDonald’s. O que David Cunha não sabia era que estas incluíam não adicionar ‘extras’ à sobremesa.

O caso aconteceu anteontem no estabelecimento desta marca de fast-food em Urgeses, em Guimarães. Na pausa que os funcionários têm para jantar, o ex-trabalhador adicionou uma colher de bolachas ao seu gelado, a sobremesa que escolheu para a refeição, e, sendo este um procedimento proibido pelo gerência do restaurante, David Cunha foi convidado a assinar a carta de rescisão do contrato, avança o Jornal de Notícias.

Comeu um Royal Cheese, com batatas fritas e um refrigerante a acompanhar. Para terminar, David escolheu comer um Sundae de caramelo. Todos estes elementos estão incluídos no menu do jantar dos trabalhadores. O problema chegou nos extras – David decidiu adicionar uma colher de bolachas Oreo ao seu gelado. Meia hora após depois, o gerente chamou-o ao gabinete e acusou-o de roubar.

“Perguntou-me se tinha noção do que tinha feito, que era muito grave e considerado um roubo”, disse o jovem de 23 anos ao JN.

David explica que não pediu à gerência para adicionar a bolacha ao gelado para não importunar: “Se lhes tivesse pedido, mandavam-me ir trabalhar, que eles têm mais que fazer”, afirmou.

Segundo o JN, o ex-trabalhador assinou a rescisão do contrato por mútuo acordo, sem que lhe tivesse sido entregue uma cópia. David trabalhava há dois meses naquele estabelecimento, a receber menos de dois euros à hora.

Fonte

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

0 Chicken McNuggets contém fibras estranhas ( Video )

Mike Adams, o Ranger Saúde, é o diretor do Natural Notícias Forense Food Lab, e neste vídeo ele toma um olhar mais atento sobre Chicken McNuggets McDonald sob um microscópio digital de alta potência.

Veja as fibras estranhas, objetos azuis, coloração vermelha e outras formas estranhas o Ranger Saúde descobriu em sua investigação forense.








terça-feira, 6 de agosto de 2013

0 O Chef Jamie Oliver acaba de ganhar uma batalha contra a maior cadeia de fast food do mundo

Depois que Oliver mostrou como fazer hambúrgueres, o McDonald, a franquia anunciou que vai alterar a receita.

De acordo com Oliver, as peças de carne gordas são "lavadas" com hidróxido de amónia e, em seguida, utilizada na fabricação do "bolo" de carne para encher o hambúrguer. Antes deste processo, de acordo com o apresentador, e a carne era imprópria para o consumo humano.

Oliver, Chef ativista radical, que tenha assumido uma guerra contra a indústria de alimentos, diz: estamos falando de carne que tinha sido vendida como alimento para cães e após este processo serve para os seres humanos. Para além da qualidade da carne, o hidróxido de amónia é prejudicial para a saúde. Oliver diz o seguinte: "O Processo de Merda Rosa".

O que o homem no seu perfeito juízo iria colocar um pedaço de carne embebido em hidróxido de amônio na boca de uma criança?
Em outra de suas iniciativas são Oliver demonstrou como nuggets de frango: Depois de selecionar os "melhores momentos", o resto: a gordura, pele, cartilagem, órgãos, ossos, cabeça, pernas, são submetidos a separação mecânica liquefeitos, é o eufemismo usado por engenheiros de alimentos, e, em seguida, que a pasta de sangue-de-rosa é desodorada, descoloridos reodorizada e repintado, capeadas de marshmallow farináceos e frito, este é geralmente reboiler em óleos parcialmente hidrogenados, ou seja tóxico.

Nos EUA, Burger King e Taco Bell já abandonaram o uso de amônia em seus produtos. A indústria alimentar utiliza hidróxido de amónia como um agente anti-microbiano, o que permitiu McDonald para usar nos seus hambúrgueres de carne de entrada, impróprios para consumo humano.

Mas irritante ainda é a situação em que essas substâncias à base de hidróxido de amônio são considerados "componentes legítimos procedimentos de produção" na indústria de alimentos, com as bênçãos das autoridades de saúde em todo o mundo. Portanto, o consumidor não pode nunca ser descoberto que os produtos químicos que põem em nossa comida.

domingo, 20 de janeiro de 2013

0 Mil dias depois, o Happy Meal mantém o aspecto

1000 dias depois de ter iniciado o seu projecto “Happy Meal”, Sally Davies continua a fotografar a refeição fast-food diariamente. Quase três anos depois, não há sinais de decomposição. O que diz isto sobre a “fast-food”?

 

A partir de uma conversa com um amigo, Sally Davies, vegetariana, decidiu iniciar uma experiência inédita e perturbante.
“Dizia-lhe o quão prejudiciais podiam ser os hambúrgueres que milhões de americanos devoram. Ele ria-se e eu decidi que lhe ia provar que estava certa”, recorda a fotógrafa numa entrevista ao El Mundo há cerca de dois anos.
Foi então que foi ao McDonal’s e comprou um “Happy Meal” e decidiu fotografá-lo todos os dias até que este apodrecesse. O resultado está à vista nas várias fotografias que podem ser encontradas na página criada e dedicada para ilustrar a experiência (Happy Meal Project): “Parece que o tempo não passa pelo hambúrguer.”
Passaram 1005 dias e a refeição continua com um aspecto semelhante ao que tinha no primeiro, sem sinais óbvios de decomposição. Com o “Happy Meal Project”, a artista nova iorquina quer provar que a comida servida pela cadeia norte-americana (e a “fast-food” em geral) é, de facto, pouco saudável.
“Continuarei a fotografar o hambúrguer até que se decomponha, o que pode levar o resto da minha vida”.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

0 USO DE HIDRÓXIDO DE AMÓNIO EM HAMBÚRGUERES DA MACDONALDS

Uso de hidróxido de amónio em hambúrguer do McDonald's gera polémica após denúncia de chefe de cozinha

O chefe de cozinha e ativista britânico Jamie Oliver descobriu que a rede americana usa o produto para converter sobras de carne gordurosas em recheio para seus hambúrgueres nos Estados Unidos


O chefe de cozinha e ativista britânico Jamie Oliver descobriu e divulgou em seu programa de TV que a Rede McDonald's utiliza hidróxido de amônio para converter sobras de carne gordurosas em recheio para seus hambúrgueres nos Estados Unidos. Depois da descoberta, a marca anunciou que mudará a receita, segundo informações do jornal Mail Online, publicadas no site do Terra.

"Estamos comendo um produto que deveria ser vendido como a carne mais barata para cachorros e, após esse processo, dão o produto para humanos", disse Oliver. "Por que qualquer ser humano sensato colocaria carne com amônio na boca de suas crianças?", questiona.


De acordo com o jornal, o processo de conversão da carne é feito por uma empresa chamada Beef Products Inc (BPI). Segundo informações do Terra, o Mail Online afirma ainda que esse processo nunca foi utilizado no Reino Unido, nem na Irlanda - que utilizam a carne de produtores locais. O McDonald's negou que tenha sito forçado a trocar sua receita por causa da campanha de Oliver. O jornal diz também que outras duas redes de comida rápida, Burguer King e Taco Bell, já tinham sido pressionadas e removeram o hidróxido de amônio de suas receitas.

Para o coordenador do curso de Farmácia da Emescam, Adércio Marquezini, o hidróxido de amônio é uma substância química que pode fazer mal à saúde do ser humano dependendo da sua concentração no alimento. "Nosso metabolismo produz amônia e a elimina, mas se as funções hepáticas e renais não estiverem funcionando bem, a pessoa pode sofrer uma intoxicação com mais facilidade".

O professor explica que as crianças e os idosos são mais sensíveis às substâncias químicas. Segundo o coordenador, as consequências em consumir o hidróxido de amônio são muito relativas, mas podem causar irritabilidade e levar uma pessoa ao coma. Ele afirma que a substância pode passar despercebida se a quantidade ingerida for pequena.

O Vida Saudável entrou em contato com a Arcos Dorados, empresa que opera a marca na América Latina, que informou que "o aditivo em questão não é e nunca foi utilizado como ingrediente em qualquer processo da cadeia produtiva da marca". A companhia acrescenta que os hambúrgueres são preparados com 100% de carne bovina e que toda a produção é validada pelas autoridades regulatórias locais.
 

NOTÍCIA TUGA Copyright © 2011 - |- Template created by Notícia Tuga - |- Powered by Notícia Tuga