Mostrar mensagens com a etiqueta Vandalismo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Vandalismo. Mostrar todas as mensagens

domingo, 16 de setembro de 2012

0 Bancos e Companhias de Seguros alvos de vandalismo no Porto

A PSP registou hoje três actos de vandalismo no Porto, onde foram apedrejados os vidros de dependências da Caixa Geral de Depósitos em Campanhã e os da Companhia de Seguros Zurich e do Montepio Geral, na zona da Boavista.
Para além da montra e da porta da Companhia de Seguros Zurich da rua Luís Veiga Leitão, situada junto ao Largo da Paz e ao início da Avenida da Boavista, também o Montepio Geral da Rua da Boavista e a dependência da Caixa Geral de Depósitos da Avenida Rodrigues de Freitas, na zona de Campanhã, foram «alvo de vandalismo durante a noite», disse à Lusa fonte do Comando Metropolitano da PSP do Porto.
O PSP foi alertada para o sucedido pelas 04:00 de hoje, não se sabendo a que horas aconteceram os incidentes, acrescentou a mesma fonte.
Na sequência dos actos de vandalismo, foram as instalações da companhia de seguros que ficaram em pior estado, «com os vidros da montra e da porta partidos», disse fonte policial
Ali perto, na rua da Boavista, a sucursal do Montepio Geral ficou «com os vidros estilhaçados».
Do outro lado da cidade, a dependência da Caixa Geral de Depósitos da Avenida Rodrigues de Freitas ficou com alguns vidros partidos e outros estilhaçados, acrescentou o oficial de dia ao Comando Metropolitano da PSP do Porto.
Em declarações à Lusa, fonte da PSP do Porto explicou esta manhã que os responsáveis pelas instalações da Companhia de Seguros Zurich solicitaram «policiamento» àquela corporação policial para vigiarem o escritório localizado na Rua Luís Veiga Leitão, na freguesia de Cedofeita, porque a «porta e vidros» daquele espaço foram alvo de«actos de vandalismo».
Na Rua da Boavista, uma sucursal da instituição bancária do Montepio Geral foi também alvo vandalismo. Segundo a PSP, a montra foi apedrejada e os vidros ficaram «estilhaçados». Este segundo caso de vandalismo foi detectado hoje de manhã, à passagem de um carro de patrulha da PSP no local.
A PSP não avançou nenhuma explicação ou causa para a ocorrência destes dois actos de vandalismo registados no centro do Porto e também não os quis relacionar nem com o protesto ‘Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas!’, que levou milhares de manifestantes às ruas da cidade, nem com a iniciativa D’Bandada, que ofereceu cerca de 40 concertos de música à população pela noite dentro.
 

NOTÍCIA TUGA Copyright © 2011 - |- Template created by Notícia Tuga - |- Powered by Notícia Tuga